retrospectiva Tátil – parte 1

Somos especialistas em marcas. Acreditamos na força do design, do branding e da inovação para criar, e gerir no dia a dia, marcas que sejam cada vez mais relevantes para as pessoas. Em 2017, colocamos nossa energia criativa a serviço de dezenas de projetos que viraram realidade. Agora que o ano está terminando, pedimos aos nossos diretores e gerentes que dividissem com a gente suas experiências mais marcantes. Uma oportunidade de rever algumas das nossas melhores ideias que foram para o mundo.

Nesta primeira parte, conversamos com a nossa diretora de Estratégia, Tânia Savaget, que falou sobre o impacto positivo do branding na estratégia do Machado Meyer. Além da oportunidade de participar de uma palestra para pessoas em estado de refúgio em Setembro – uma experiência memorável. Falamos também com a gerente de Criação, Ila Bandarovsky, sobre a nossa participação no redesign das embalagens da Coca-Cola Global. Ela comentou ainda sobre seus mais de sete anos como gerente de Criação de TIM.

Tânia Savaget

 

 

MACHADO MEYER

“O mais bacana do projeto do Machado Meyer, um dos mais importantes escritórios do Brasil, foi ver que a reflexão no processo de branding teve impacto na cultura corporativa, no planejamento estratégico e no próprio negócio. A plataforma de Inteligência Jurídica com conteúdo exclusivo, gerado pelo Machado Meyer, é um exemplo disso. É um produto novo, que entrega a essência da marca e mostra como branding impacta no negócio.”

PROJETO CALEIDOSCÓPIO

“O Projeto Caleidoscópio é uma iniciativa da Yiesia, uma consultoria que desenvolve lideranças. Alinhado com a Agenda 2030 e com apoio da ONU, o programa selecionou um grupo de pessoas em estado de refúgio com uma sólida formação acadêmica e uma boa experiência profissional. Hoje, a maior parte deles está ocupando vagas aquém das suas capacidades. O programa leva conteúdos e se aproxima de empresas brasileiras de pequeno e médio portes. Fiz parte desse projeto, levando em um dos módulos a importância de olhar para a nova economia, mais circular, o ganha ganha. Olhar para o propósito e para um outro jeito de fazer negócios, em que pessoas e marcas assumem suas responsabilidades com um todo.”

Ila Bandarovsky

 

 

COCA-COLA ONE BRAND

“Esse case  foi superinteressante porque foi um projeto feito a várias mãos, feito globalmente. O pensamento veio de várias agências de todo o mundo e do time de design da Coca Global. Na Tátil, formamos vários grupos para fazer o desafio, que era muito grande: trazer mais vermelho para as latas de Coca-Cola, sendo que elas já têm um reconhecimento muito grande.

Sempre fui fã e heavy user da Coca Zero, eu a conheço como a palma da minha mão, mas a marca estava precisando trazer mais vermelho para o ponto de venda. E foi muito legal, depois, ver o projeto do qual eu participei na mesa de todo mundo: num bar, num restaurante, num botequim, no interior e numa cidade grande e global. Você vê em Londres ou em uma cidadezinha de praia, aqui, no Brasil. É um projeto com dimensão e distribuição muito grande, que vai parar na mão de muita gente. Então, além dessa responsabilidade, vem o prazer também. Foi uma delícia participar desse projeto tanto pelo desafio quanto pelo processo interno, que foi trabalhar com diversas equipes. Foi uma troca muito boa!”

TIM BRANDING

“O TIM Branding para mim foi muito marcante porque eu estou há muito tempo com este cliente dentro da casa. Quando fui contratada, há mais de 7 anos, a TIM estava fazendo um projeto de branding, pontuando uma transformação da marca, na época, com a entrada do Blue Man Group. Depois, houve a fase de saída do Blue Man e a introdução de diversos novos elementos de linguagem. Recentemente, teve o lançamento da nova marca que foi um ponto crucial. Participar de todo esse histórico foi muito importante, uma vez que a TIM já tem um casamento de longa data com a Tátil. Então, a gente se empenha para fazer o dia a dia melhor e diferente e fazer dessa marca um exemplo no mercado.”