Copa: colecionando emoções

Toda Copa do Mundo nos permite colecionar momentos que transitam entre todas as esferas emocionais. Nós, brasileiros, passamos pelo ápice das vitórias e por momentos de perda também. Quando o assunto é um elemento importante da nossa cultura, como o futebol, nós vivemos uma verdadeira montanha russa de sentimentos.

Mas a mágica do esporte não está em apenas vencer, mas em nos proporcionar viver com ponderações e intensidades o momento.

Em 2013 e 2014, quando fomos convidados pela Coca-Cola, patrocinadora oficial do megaevento, para construírmos o conceito de uma Copa de Todo Mundo, nos vimos perante dois desafios que representam bem essa característica tão marcante da Copa, aliada a um dos nossos princípios criativos: a emoção é a cola mais poderosa que existe.

O primeiro desafio era o fato de que, em 2013 o azul, verde e o amarelo já coloriam os rostos dos brasileiros para a torcida na Copa das Confederações.

Então era preciso criar elementos que tangibilizasse o conceito “Vamos juntos colorir o Brasil?” de forma inspiradora e memorável.

Um dos ícones mais emblemáticos da Coca-Cola, a latinha, foi a escolhida para levar cor para o mundo que estávamos recebendo. Também pintamos o terminal de bagagem do Aeroporto Tom Jobim e a Estação Maracanã. Quem se lembra?

O segundo desafio era conseguir reviver um brinde que marcou toda uma geração na década de 80 – as minigarrafinhas – com um novo fator que o tornasse memorável.

Apostamos na arte como a melhor solução para esse desafio. Selecionamos um grupo de quatro artistas, além do Speto, para ilustrar os 18 países que já sediaram a Copa do Mundo ou que um dia irão receber o evento. Cruzamos as similaridades culturais dos países com as diferentes linguagens dos ilustradores, dando diretrizes e referências até chegar às características que melhor representassem cada país.

A emoção é capaz de transformar os momentos em experiências grandiosas: ideias, cores e sensações que guardamos conosco para sempre simplesmente porque fazem nosso coração bater mais forte.

Acreditamos que, quando usamos a emoção como cola, transformamos design em experiências memoráveis. E a Copa do Mundo de 2014, definitivamente, ficará marcado na memória de todos que a viveram.