29 October 2014 | 19:07

Native Advertising – Conteúdo relevante ou propaganda disfarçada?

Por Coffecup

07032013Berry-NativeAdvertisingLandscape-01-lg

Definitivamente, não é uma novidade. Mas os publicitários brasileiros ainda discutem sobre a “publicidade nativa” que, seria, para algumas opiniões, somente uma evolução dos publieditoriais. Usada por alguns jornais gringos, como o Huffington Post e o New York Times, o formato ainda é bastante questionado, mas já está vencendo as resistências iniciais. A tal Native Advertising são aquelas matérias que aparecem no site, sem destoar da sua experiência.

Como a ideia é parecer imperceptível, ela corre o risco de confundir o leitor. Afinal, a origem do seu conteúdo é de uma marca e não do veículo em questão. Os defensores da ideia prometem transparência absoluta e acham que o leitor está tendo a oportunidade de ganhar um conteúdo exclusivo e relevante. As matérias costuma ser sinalizadas com um “paidpost” ou “Paid For and Posted by”. Seria suficiente?

De qualquer forma esta inovação publicitária – que não é tão nova assim – esta sendo vista como fundamental para o modelo de negócios dos veículos e deve se multiplicar por aqui com força total. Para as marcas é uma oportunidade de gerar conteúdo próprio, se relacionar com seu público e criar vínculos. Vale acompanhar a evolução e denunciar qualquer tipo de ação mais intrusiva.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *