29 October 2014 | 19:03

Natura Sou

Por Coffecup

Desenvolvida pela Tátil e Questto Nó, Natura lança sua nova linha Sou, que ganhou muito destaque nas mídias da semana e já conquistou seu primeiro prêmio, o  iF Awards.

A linha representa o maior esforço da Marca para dar um grande salto rumo a um novo pensamento sobre sustentabilidade e consumo, cujo objetivo principal é apresentar cosméticos de baixíssimo impacto ambiental, com o mínimo de material e o máximo de impacto sensorial.

Junto com a equipe Natura e Questto Nó, mergulhamos em uma profundo processo de pesquisa para entender as principais necessidades das pessoas que consumiam ou desejavam os produtos Natura e também a relação da marca com as consultoras.

A união desse time multidisciplinar resultou em uma equação que conseguiu unir o desejo dos consumidores, um processo de produção eficiente e um produto final acessível. Como materialização de todo o processo, foram desenvolvidas embalagens inspiradas em uma gota, com cores vivas e design que faz de Sou um produto Eco-sexy, rompendo com a tendência, já antiga, de que produtos sustentáveis não podem ser bonitos e atrativos.

 

A mensagem “Porque preciso do que eu não preciso” carrega a essência dos novos produtos, que abrem um diálogo sobre o consumo consciente. O portfólio, que terá 27 itens até o final do ano, chega ao mercado com a proposta de romper com a ideia de que produtos de baixo impacto ambiental precisam ser caros.

Os 70% menos material e a redução de 50% na emissão de CO2 não foram problema na criação de um design atrativo e sofisticado. Ainda com a missão de reduzir o custo final e ainda sim ser sustentável, a Natura desenvolveu uma máquina que envasa e lacra os produtos de forma econômica e eficiente.


Sou nasce como direcionador de um novo contexto, que pede marcas que sejam protagonistas na construção de relações de negócios que vão além de direcionamentos econômico-financeiros de curto prazo. E, ainda, marca a retomada da Natura em sua posição de constante inovação dentro de um mercado com concorrentes cada vez mais agressivos.

Que ela seja referência e exemplo para muitos outros movimentos como esse.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *