2 março 2013 | 12:29

Design Thinking

Por Tátil

Apostando em novas formas de inovação para o mercado e para o mundo, nasce a primeira Escola de Design Thinking do Brasil.

Hoje, o mercado nos força a ser cada vez mais especialista em um determinado assunto e cada vez mais são exigidos MBAs, pós-graduações e experts de um mesmo recorte do conhecimento. Ao mesmo tempo, as empresas estão sendo pressionadas a inovar, sair da zona de conforto, seja por questões de sustentabilidade do próprio negócio ou de adequação a um novo contexto econômico e cultural.

O Design Thinking surge como uma luz aos processos de inovação porque nos ajuda a navegar entre as diversas áreas do conhecimento em um processo colaborativo, que aproveita a especialidade de cada um para a solução de problemas reais, impactando de forma positiva na vida das pessoas.

Design Thinking é uma abordagem prática centrada no ser humano, que tem como valores principais a empatia, a colaboração e a experimentação.

A empatia é a arte de se colocar no lugar das pessoas e entender seus desafios e suas oportunidades do dia a dia, é compreender onde podemos atuar para transformar a vida das pessoas.

A colaboração é um processo de geração e seleção de ideias com equipes multi e interdisciplinares, que colocam todo o seu conhecimento e sua capacidade criativa para solucionar as oportunidades e os desafios levantados na etapa de empatia.

A experimentação significa testar, colocar suas ideias na rua de forma rápida e barata para poder evoluir as soluções antes de implementá-las, é a hora de errar e aprender com os erros para que a implementação do projeto final seja mais eficiente.

A Escola de Design Thinking surge para disseminar e capacitar as pessoas nesta abordagem em uma aprendizagem prática, baseada em projetos reais apresentados por empresas.

A Escola é formada por um grupo de eternos e inquietos estudiosos e praticantes do Design Thinking, além de contar com a colaboração de feras do mercado que vão compartilhar seus conhecimentos durante as aulas.

Entre eles estão: Caio Vassão arquiteto, designer, acadêmico e consultor que trabalha com as múltiplas relações entre tecnologia, ambiente urbano e cultura contemporânea; Wellington Nogueira, fundador e coordenador geral do Doutores da Alegria; Romeo Busarello, diretor de marketing responsável por iniciativas de inovação da Tecnisa e Paulo Roberto Al-Assal, fundador CEO da Voltage, agência de tendências e insights aplicáveis ao negócio.

Taí uma oportunidade de aprender e se tornar mais um disseminador dessa abordagem que tem muito a contribuir para um mundo mais equilibrado.

Pensar na prática é colocar a mão na massa.

TAGS:design thinking designthinking escola de design thinking

5 Comentários para "Design Thinking"

  1. sou estudante de moda e quero receber todas informações que dizem respeito ao assunto de design criativo, sustentavel as emoçoes e sentimentos do ser interativo e economico.

  2. Neste mundo e mercado competitivo, a economia criativa
    e pendar fora da caixinha, sair do convencional, precisa de simplificar a complexidade, por isso, me interesso tanto, por todo o assunto….. preciso descobrir e entender cada vez mais;;;;;; grata… Julia

  3. Fiquei muito encantada com a entrevista que vi com o Fernando Gabeira na band, no programa capital natural.
    Parabéns!

  4. Bom dia,sou estudante de Design gráfico e desejo obter mais informações sobre a escola de Design Thinking do Brasil, pois a minha professora de Tópicos em design passou um trabalho sobre tal meta e simplesmente fiquei facisnada! Desejo ser uma excelente Ecodesign e acredito que se eu conseguir compreender a essência da metodologia transdisciplinar terei sucesso na minha vida profissional.

    simplesmente demais!!!
    visão transdisciplinar
    Raciocínio abdutivo/dedutivo/indutivo

    Aguardando ansiosa a resposta!

Deixe uma resposta para Hibera Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *