Origem

tatil1

Em 1988, quando ainda freqüentava a Faculdade de Desenho Industrial da PUC-RJ, Fred Gelli ganhou um estágio na Universidade de Viçosa, onde foi estudar as embalagens criadas pela natureza. Nascia ali o embrião de uma idéia absolutamente nova naquele final dos anos 80: aplicar os princípios e estratégias naturais na criação  de produtos e embalagens mais inteligentes.
tatil2

Durante a Eco 92, quando o papel reciclado virou uma febre, a Tátil já era veterana no uso de materiais e processos sustentáveis. Essa filosofia, que se tornou marca registrada da empresa, renderia no início dos anos 90 um convite para desenvolver, em Londres, uma linha de embalagens especiais para a marca Body Shop.
tatil3

Trabalhar muito para alcançar o muito simples. Projetar considerando as possibilidades de transformação ou de extensão do ciclo de vida do objeto. Respeitar as possibilidades de design que os materiais expressivos sugerem, não os contrariando, pois eles reagem.
tatil4

Para dar aos produtos uma assinatura pessoal, durante 10 anos, a Tátil teve uma fábrica para colocar em prática soluções que, na época, não tinham como ser produzidas pelas gráficas comuns. Uma dessas invenções foi a Mini-Pollock, maquineta que esguichava jatos de tinta de cores variadas em canetas encapadas com papel reciclado. A produção em série gerava exemplares únicos, permitindo a descoberta e o uso de novos materiais.
tatil5

Mais que o objeto, mais que a palavra, é a emoção o ingrediente que faz com que algumas marcas fiquem guardadas de um jeito especial na memória. O design surpreendente e as ideias que emocionam e dão às marcas sensações humanizadas são a essência que dá vida aos projetos da Tátil desde a primeira embalagem feita de papelão ondulado. De um jeito intuitivo, verdadeiro e único, o que fazemos desde sempre é bem mais do que criar produtos e soluções criativas. É oferecer às marcas a real oportunidade de serem experimentadas.

tatil6

Em 2002, a Tátil se mudou para São Conrado e materializou no projeto do escritório, onde está instalada até hoje, a mesma dose de encantamento, alegria e interatividade que dispensaa seus projetos. Uma visita ao escritório é um convite à experiência. No mesmo ano, com a expansão do mercado de telefonia móvel no Brasil, assumiu o desafio de criar e gerenciar as expressões de duas grandes marcas: TIM e Nokia, tornando-se especialista em PDV na América Latina e na criação da identidade global de grandes eventos institucionais.
tatil7

Antes mesmo da mudança para a sede nova, a Tátil abriu sua filial em São Paulo que, desde 2001, atende aos clientes do maior mercado do Brasil. Nokia, Brastemp, Natura. Pouco tempo depois, em 2003, inaugurou seu núcleo de branding e construiu ferramentas de estratégia e gestão de marca, mergulhando fundo na alma das empresas, analisando contextos e desenhando essência e expressões para corporações, produtos e serviços.
tatil8

Atuando como consultoria de design e branding, a Tátil trabalha em parceria com seus clientes para construir marcas fortes com entregas recheadas de inteligência estratégica. Design, que é abordagem e processo, costura conhecimentos, conjuga inovação e sustentabilidade, é capaz de reinventar o futuro. Branding, que revela as competências das empresas e oferece às marcas mais que um diferencial competitivo, um lugarna memória e no coração das pessoas.
tatil9

O Comitê Olímpico Brasileiro reuniu um time multidisciplinar formado por 12 membros nacionais e internacionais e abriu uma concorrência entre 139 empresas para desenhar a estratégia da marca das olimpíadas de 2016, no Rio. A Tátil ganhou a concorrência e decidiu envolver todas as pessoas dos seus dois escritórios em um processo amplo, colaborativo e inspirador. A marca foi lançada no Réveillon de 2010, em Copacabana. É a primeira marca tridimensional da história dos jogos. Uma marca-escultura para uma cidade escultura.
tatil10

Com o sucesso da marca olímpica, a Tátil foi convidada para desenhar a Marca Paralímpica. Mais uma vez, desenhou um processo que envolveu os dois escritórios, com convivência com os atletas paralímpicos e a inspiração no design universal. O resultado é uma marca multissensorial, que pode ser sentida, ouvida, experimentada e emocionou os atletas e todos os que participaram do projeto.
tatil11

Com essa provocação, a Tátil fez um estudo sobre as marcas que nascem e se mantêm relevantes para as pessoas. Em novembro de 2012, este estudo foi apresentado a mais de quatro mil pessoas, no palco principal do evento da HSM. Elas puderam compartilhar a visão do Branding Integral que ajuda as empresas a ir além dos seus negócios e construir significados, desenhar seu propósito, orientar sua organização e construir comunidades.